Design for Marketing Innovation – 17 de Maio

DforMI_3

Para muitas empresas, a inovação de marketing não é um caminho fácil de percorrer!

O processo de inovação produtos e serviços tem sofrido profundas alterações nos últimos anos, passando a estar mais focado no utilizador/consumidor/cliente como o principal driver da inovação.

O curso “Design for marketing innovation”, realizado em parceria com a Squadra, objetiva a partilha de um modelo capaz de orientar os gestores, desde a pesquisa de mercado ao lançamento de uma ideia inovadora.

Informações, programa e inscrições: https://lnkd.in/dfkgkPP

Workshop SLOW DESIGN THINKING – 19 + 20 Março 2018

Header_Slow Design Thinking

Enquadramento

Na última década o termo Design Thinking (DT), ganhou popularidade nas organizações, transformando-se numa referência para a consciencialização de que muitos profissionais podem beneficiar com a forma de pensar e trabalhar dos designers. O Design Thinking é hoje um dos principais tópicos na Gestão, na Inovação, na Engenharia e na Educação. A forma como o designer percepciona e interpreta objetos e situações, criando novas abordagens e soluções, abre novos caminhos para a inovação empresarial. Por esta razão, a metodologia do Design Thinking está a ser adotada por grandes empresas como mais uma ferramenta para o executivo. Através de um processo de Slow Design Thinking, os participantes desta formação vão aprender diferentes técnicas para desenvolver, numa dinâmica slow, soluções inovadoras para um produto ou serviço da Biblioteca Almeida Garrett. Usamos o termo Slow para expressar que neste workshop o processo do Design Thinking será conduzido de forma que os participantes tenham suficiente tempo para explorar, experimentar e reflectir as técnicas usadas.

Objetivos

– Sensibilizar para a importância do Design Thinking nas empresas.
– Familiarização com os conceitos de Design Thinking e Service Design Thinking.
– Melhor compreensão das etapas de um processo criativo sistematizado.
– Praticar o processo de criação coletiva na área da Inovação de Serviços.
– Experimentar algumas técnicas do Design Thinking.
– Aumentar a motivação para a produção de novidade em geral.

Mais informações sobre o program e as inscrições em www.apgei.pt

 

Workshop DESIGN DRIVEN INNOVATION (3ª Edição ) | Porto, 21 de Fevereiro

DDi_headerENQUADRAMENTO

O Design tem sido desde sempre o motor para a inovação e é considerado cada vez mais um elemento estratégico das empresas. Estudos do Boston Consulting Goup (2006) evidenciaram que empresas inovadoras, com capacidade de innovation-to-cash, consideram o design como um dos principais instrumentos para alcançar a inovação. Nos últimos 10 anos, métodos como Design Thinking, Service Design, Visual Thinking ou Cross Industry Innovation ganharam popularidade nas organizações, transformando-se numa referência para a consciencialização de que o sistema de conhecimentos e competências do design se torna útil nas atividades organizacionais de forma abrangente.

Neste workshop serão introduzidos conceitos e diferentes abordagens do Design-Driven Innovation. Os participantes terão a oportunidade de experimentar alguns dos métodos associados em exercícios práticos. Pretende-se mostrar como os gestores podem beneficiar com a forma de pensar e trabalhar dos designers.

 DATA E HORÁRIO

21 de Fevereiro de 2018  •  09h00 – 13h00 | 14h00 – 18h00

Mais informações e Inscrições em www.apgei.pt 

 

MINDSHAKE nas Jornadas Técnicas da Cerâmica 2017 – 29 e 30 de novembro 2017

Nesta edição das Jornadas, pretende-se trazer a debate temáticas determinantes para o futuro do Setor Cerâmico, tais como o impacto dos consumos energéticos, o desenvolvimento sustentável, os desafios da Inovação e da Internacionalização, o avanço tecnológico ao nível dos novos materiais e processos, bem como e o posicionamento do País e da Europa nos fatores determinantes para a competitividade do Setor.

Com um painel de especialistas convidados, disponíveis para partilhar o seu conhecimento, entende-se ser um momento distinto para a partilha de conhecimento, discussão de ideias e procura de soluções que conduzam ao crescimento sustentado do setor.

No dia 29 o evento contará com 4 painéis onde serão discutidas temáticas controversas e atuais para o Setor. Os quatro painéis, Energia, Ambiente, Inovação e Internacionalização, contarão com diferentes pontos de vista, nomeadamente políticos, públicos e de empresas e serão conduzidos por moderadores que trarão à discussão a multiplicidade de opiniões.

 

A Mindshake vai estar respresentada no dia 29:

Captura de ecrã 2017-11-14, às 17.18.19

 

 

 

 

No dia 30 serão apresentados os avanços tecnológicos do setor, contando com a presença de Universidades, entidades do SCTN, Empresas e Especialistas do Setor.

Mais informação:
http://jornadas2017.ctcv.pt/index.html

CONTACTOS:

CTCV Centro Tecnológico da  Cerâmica e do  Vidro

Rua Coronel Veiga Simão 3025-307 COIMBRA
T. 239 499 200

Sílvia Ferraz
jornadas2017@ctcv.pt

 

Workshop STORYTELLING: A importância de uma boa história na apresentação de projetos

Na já longa parceria com a APGEI, a Mindshake desenhou uma nova ação-formação para as empresas, facilitada pela designer e storyteller Mariana Mattos.

ENQUADRAMENTO
O termo Storytelling tem ganho relevância no panorama empresarial. Trata-se de uma poderosa ferramenta na transmissão e assimilação de mensagens, inclusivamente na gestão e administração de organizações. Como? Organizando factos reais, numa narrativa estruturada, trabalhando os elementos e as mensagens que compõem a história.

O principal segredo do Storytelling está em atribuir significados emocionais a elementos técnicos, num determinado contexto. Este contexto emocional ajuda a trabalhar a curiosidade e as expectativas, aumentando o envolvimento da audiência. A promoção da humanização nas organizações, ativando o sentimento de pertença e empatia, fará com que a mensagem seja lembrada, quase instantaneamente pelo público-alvo.

OBJETIVOS
– Sensibilizar para a importância da narrativa na apresentação de projetos;
– Assimilar os fundamentos do Storytelling;
– Conhecer os elementos de uma “história bem contada” (estrutura, ritmo, personagens, …);
– Experimentar na prática alguns dos métodos introduzidos;
– Praticar o processo de criação coletiva;
– Integrar a estrutura narrativa numa apresentação/pitch.

PROGRAMA
Introdução teórica aos conceitos deStorytelling:
 – Estrutura da narrativa: princípio, meio e fim.
– Identificação das personagens: protagonista, antagonista, parceiro mentor, …
– Identificação dos fatores de interesse e ritmo na narrativa.

  1. Método ‘3, 1 (…)’:
    – Exercício prático em grupo para identificar a “moral da história”.
    – Problema – solução – público alvo.
    – Exercício prático em grupo para estruturar a “moral da história”.
  1. Descobrir “a sua história”:
    – Exercício prático em grupo para escrever “a sua história”.
    – Identificar as personagens, o contexto e a ação.
  1. Da história ao pitch:
    – Exercício individual para adaptar a história do grupo a um pitch de 2 minutos.
    – Partilha dos pitches no grupo e receção de feedback.
    – Apresentação individual dos pitches.
DATA E HORÁRIO
28 Novembro 2017  •  09h00 - 13h00

INSCRIÇÕES
Associados 240 Euros
Não Associados 340 Euros
Inscrições on-line em www.apgei.pt ou através do e-mail info@apgei.pt

 

 

MAIS INFORMAÇÕES
APGEI
Rua de Salazares, 842 • 4149-002 Porto
Tel. +351 225 322 068
info@apgei.pt • www.apgei.pt

Workshop APGEI – Service Design Thinking

ENQUADRAMENTO
Na última década o termo Design Thinking ganhou popularidade nas organizações, transformando-se numa referência para a consciencialização de que muitos profissionais podem beneficiar com a forma de pensar e trabalhar dos designers. O Design Thinking é hoje um dos principais tópicos na Gestão, na Inovação, na Engenharia e na Educação. A forma como o designer perceciona e interpreta objetos e situações, criando novas abordagens e soluções, abre novos caminhos para a inovação empresarial. Por esta razão, a metodologia do Design Thinking está a ser adotada por grandes empresas como mais uma ferramenta para o executivo. Através de um processo de Service Design Thinking, os participantes deste workshop vão aprender diferentes técnicas para desenvolver soluções inovadoras para um serviço real.

OBJETIVOS
– Sensibilizar para a importância do Design Thinking nas empresas.
– Contribuir para a familiarização com o conceito do Service Design Thinking (SDT).
– Melhorar a compreensão das etapas de um processo criativo sistematizado.
– Praticar o processo de criação coletiva na área da Inovação de Serviços.
– Experimentar algumas técnicas do Service Design Thinking.
– Aumentar a motivação para a produção de novidade na área dos Serviços.

DESTINATÁRIOS
Quadros Superiores que desejem compreender melhor os processos que levam à inovação: managers, gestores de projeto, marketeers, engenheiros entre outros. 

PROGRAMA
Warm-up do grupo
– Exercício colaborativo de apresentação dos participantes. 

Introdução teórica ao SDT e à dinâmica do workshop
– Contextualização e definição do Service Design Thinking.
– Explicação dos princípios do DT.
– Introdução do modelo Evolution 62.

Emergência
– Apresentação das técnicas associadas à fase de Emergência.
– Realização de um Opportunity Mind Map acerca de uma área temática pré-definida.
– Identificação de oportunidades para um projeto inovador.
– Elaboração de um Intent Statement. 

Empatia
– Apresentação das técnicas associadas à fase de Empatia.
– Realização de um Stakeholder Map.
– Realização de Entrevistas com imagens.
– Visualização das informações recolhidas. 

Experimentação
– Apresentação das técnicas associadas à fase de Experimentação.
– Geração de ideias com Brainwriting e Insight Clustering
– Seleção das melhores ideias por ‘termómetro’
– Experimentação das melhores ideias num Desktop Walkthrough 

Elaboração
– Apresentação das técnicas associadas à fase de Elaboração.
– Realização de um Role Play.
– Definição do novo conceito.
– Realização de um Service Blueprint. 

Exposição
– Apresentação das técnicas associadas à fase de Exposição.
– Realização de um Vision Statement.
– Apresentação com um Elevator Pitch.

 Extensão
– Apresentação das técnicas associadas à fase de Extensão.
– Reflexão final sobre o processo de DT e as técnicas aplicadas através da aplicação de um jogo de cartas do modelo E62.
– Dinâmica de fecho do workshop.

METODOLOGIA APLICADA
Nas atividades do workshop utiliza-se uma metodologia participativa para facilitar a aquisição do conhecimento e a geração de novas ideias em grupo.

Será apresentado um modelo de Design Thinking para a sistematização de processos criativos, o modelo EVOLUTION 62 (Emergence, Empathy, Experimentation, Elaboration, Exposition, Extension) desenvolvido por Katja Tschimmel, e licenciado por Creative Commons.

Em cada uma das etapas do modelo, serão introduzidas e aplicadas entre 1 e 3 das técnicas do Service Design Thinking: Opportunity Mind Map, Intent Statement, Stakeholder Map, Image Interview, Brainwriting, Insight Clustering, Desktop Walkthrough, Role Play, Service Blueprint, Vision Statement. Todas as técnicas serão aplicadas durante o processo de procura e desenvolvimento de ideias para um novo serviço ou um serviço redesenhado, a definir no início do workshop. 

Todo o processo do workshop e os respetivos trabalhos serão registados fotograficamente, para a realização de um documento final (workshop report) que recorde aos participantes todas as fases e técnicas do processo que experimentaram no workshop. 

FORMADORA
Katja Tschimmel
Trabalha em dois universos, o empresarial (MINDSHAKE – Consultoria e Formação em Pensamento Criativo e Design) e o académico (Porto Business School, ESAD Matosinhos e Laurea University). Na ESAD coordenou a 1ª Pós-Graduação em Design Thinking em Portugal. Atualmente coordena o projeto europeu de investigação D-Think (www.d-think.eu). Doutorada em Design, Mestre em Criatividade Aplicada e Licenciada em Design de Produto, investiga há 15 anos as áreas do Pensamento Criativo, do Design Thinking, dos Processos Criativos e da Inovação. Apresenta o seu trabalho em conferências nacionais e internacionais, tendo sido keynote speaker em numerosos eventos. É autora do livro Processos Criativos (2011) e do Modelo de Design Thinking Evolution 62, licenciado em Creative Commons (2015).

DATA E HORÁRIO
17 Outubro 2016 • 09h00 – 13h00 | 14h00 – 18h00

LOCAL
Fundação de Serralves
Rua D. João de Castro, 210 4150-417 Porto

INSCRIÇÕES
Associados 470 Euros
Não Associados 590 Euros

Inscrições on-line em www.apgei.pt ou através do e-mail info@apgei.pt

Os valores mencionados estão isentos de IVA.
Estes preços incluem: café, documentação e almoço.
A inscrição só será válida após boa cobrança.

O número de inscrições é limitado.

PAGAMENTOS E CANCELAMENTOS
Por cheque: à ordem da APGEI.
Por transferência bancária para o NIB: 0010 0000 15380860004 91 (Banco BPI)

 Qualquer desistência deverá ser comunicada por carta ou e-mail para a APGEI, até 2 dias úteis antes da realização do Workshop, após o que não haverá lugar a reembolso. 

INFORMAÇÕES
APGEI Rua de Salazares, 842 • 4149-002 Porto
Tel. +351 225 322 068 • info@apgei.ptwww.apgei.pt 

Mind Me – mapear novas oportunidades de carreira/negócio.

Descubra novas oportunidades de negócio e formas de melhorar a sua carreira/EMPRESA.

Com a ferramenta MAPA DE OPORTUNIDADES, e facilitado pela equipa Mindshake, explore a sua realidade profissional para que as novas oportunidades se revelem.

Mind Me – mapear novas oportunidades de carreira/negócio. Contacte-nos info@mindshake.pt

9 ½ Dias de Design Thinking – 35% desconto

Temos novidades no Curso Intensivo de Design Thinking. 

Com o apoio do INESC TEC e da União de Freguesias Aldoar, Foz e Nevogilde,
baixámos 35% do valor inicial.

9 ½ dias de Design Thinking
76 horas
6 formadores
10 participantes
1 problema real

Investimento: 980 € (preço final com IVA incluído)
c/ almoços, material, seguro e jantar final.

de 16 a 26 de julho 2016
INSCRIÇÃO ATÉ 11 DE JULHO

via info@mindshake.pt
Boletim de Inscrição – 9 1/2 Dias de Design Thinking

Fotocópia do Cartão de Cidadão ou BI + Cartão de Contribuinte

+ info: Curso Intensivo Design Thinking_Mindshake


ENQUADRAMENTO

Pensar criativamente é pensar em variedade e futuras possibilidades.
É pensar contra estereótipos e modelos conhecidos. É correr o risco de fracassar.

A criatividade é considerada um motor da inovação e um fator decisivo no desenvolvimento de competências pessoais, profissionais, sociais e empresariais. Na última década o termo Design Thinking, ganhou popularidade nas organizações, transformando-se numa referência para a consciencialização de que muitos profissionais podem beneficiar com a forma de pensar e trabalhar dos designers. O Design Thinking é hoje um dos principais tópicos na Gestão, na Inovação, na Engenharia e na Educação. A forma como o designer percepciona e interpreta objetos e situações, criando novas abordagens e soluções, abre novos caminhos para a inovação empresarial. Por esta razão, a metodologia do Design Thinking está a ser adoptada por grandes empresas como mais uma ferramenta para o executivo.

É neste contexto nacional e internacional que a Mindshake arranca a 1ª edição do Curso de Intensivo
9 ½ Dias de Design Thinking

Um curso intensivo em que os participantes vão aprender na prática técnicas e ferramentas do Design Thinking, um método que serve para encontrar soluções inovadoras para um problema/oportunidade, e ao mesmo tempo, para o desenvolvimento do pensamento criativo individual e coletivo.

No intuito de encaminhar um melhor entendimento da criatividade empresarial, e incentivar a sua aplicação no dia-a-dia do trabalho, neste curso serão introduzidos e aplicados os princípios e técnicas que encaminham um mindset criativo e colaborativo.

Com a parceria estratégica da União de Freguesias Aldoar, Foz e Nevogilde, irão trabalhar sobre uma problemática local.

O curso tem a Coordenação Pedagógica de Katja Tschimmel.

OBJETIVOS

9 ½ Dias de Design Thinking é uma formação intensiva, que visa dotar os participantes de conhecimentos e competências no âmbito dos processos de criação e da inovação nas organizações. No final da formação, os participantes deverão ter desenvolvido as seguintes capacidades:

  • Identificar os fundamentos teóricos do Design Thinking;
  • Compreender a importância do Design Thinking para processos de inovação nas empresas;
  • Traduzir as diferentes fases do processo do Design Thinking no projeto real a desenvolver;
  • Conhecer e aplicar o modelo Evolution 62 e algumas técnicas do Design Thinking no desenvolvimento de um projeto real em equipa;
  •  Idear. Ginasticar a mente. Divertir-se!
METODOLOGIA

“learning by doing”
Será aplicada uma metodologia pedagógica participativa para facilitar a aquisição do conhecimento e a geração de novas ideias em grupo.

Será apresentado um modelo de processo criativo, o modelo de Design Thinking EVOLUTION 62  (Emergência, Empatia, Experimentação, Elaboração, Exposição, Extensão)  desenvolvido por Katja Tschimmel, licenciado por Creative Commons. (http://mindshake.pt/design_thinking)

REdesignE6_final-04

O Evolution 62 será aplicado num caso real com a parceria estratégica com a União de Freguesias  Aldoar, Foz e Nevogilde.
No final todos os participantes terão um certificado de participação

DESTINATÁRIOS

9 ½ Dias de Design Thinking destina-se a estudantes universitários, licenciados ou profissionais de todas as áreas de conhecimento, com experiência profissional, e que pretendam especializar-se em processos e métodos para a inovação empresarial.

Os candidatos deverão possuir um bom conhecimento e experiência prática de uma área profissional específica e uma boa cultura geral, apresentando ainda interesse pela criatividade, design, inovação e empreendedorismo.

São bem-vindos participantes das mais variadas áreas de formação com o intuito de criar um grupo multidisciplinar que compreenda a engenharia, a arquitetura, a gestão, o marketing, os recursos humanos, a sociologia, a política, a educação, etc..

CONDIÇÕES E FUNCIONAMENTO

De 16 a 25 de Julho de 2016, o Curso Intensivo 9 ½ Dias de Design Thinking funcionará em regime intensivo.
Terá a duração de 9 ½ dias.
De sábado a 2ª feira (c/ 1 manhã livre).
Das 10h00 às 18h00 (1 h para almoço)
10 vagas (O curso funcionará com um número mínimo de 7 participantes)
As inscrições estão abertas até 11 de julho de 2016.

FUNCIONAMENTO

De 16 a 25 de julho de 2016

PAGAMENTO

Inscrição: 980€  – até 11 de julho
Inclui: Seguro, Almoços, Material, Jantar final

LOCAL

MINDSHAKE House
info@mindshake.pt
www.mindshake.pt

Rua das Motas nº 102
4150-521- Porto Portugal

+351 224 101 552

images unnamed

 

 

Gijs van Wulfen na Mindshake House

A MINDSHAKE teve o prazer de receber na sua casa o especialista holandês em inovação, Gijs van Wulfen, para um workshop “exclusive” com 9 participantes de várias organizações portuguesas.

O workshop baseou-se no novo livro The Innovation Mazeno qual Gijs van Wulfen explica como se pode navegar pelo labirinto da inovação. Assim, no workshop falou-se das várias rotas de inovação: 1. A rota da IDEIA: Começando com uma nova ideia; 2. A rota da TECNOLOGIA: Descobriu uma nova tecnologia; 3. A rota do CLIENTE: Identificou um problema, do cliente, sem solução; 4. A rota do NEGÓCIO: Seu negócio precisa inovar.

Gijs van Wulfen partilhou valioso conhecimento sobre inovação, e o fez com imenso entusiasmo e humor. Um verdadeiro Storyteller!

Na componente prática, os participantes realizaram um innovation assignment, para treinar a formulação de uma intenção para inovar. Foram trabalhados perguntas como: Qual a razão para inovar? Previsão ou urgência? O que procura-se desenvolver, um conceito evolutivo ou revolucionário? Quem é o grupo target? Business to Business ou Business to Consumer? Para quem o conceito deve ser novo: para a empresa, para o mercado nacional ou para o mundo? Quando o projeto de inovação deve ser implementado, em 1 ano ou em 5? Quais são os critéria de avaliação do sucesso?

Seguem algumas imagens que mostram o excelente ambiente de trabalho. Até a próxima visita a Mindshake House Gijs van Wulfen!